Empreendedorismo, Trabalho

Conhecendo algumas startups

startup1

Hoje vou escrever um pouco sobre um assunto que já abordei alguns posts atrás, startups! Como comentei nesse post, me interessei muito pelo assunto e venho buscando cada vez mais informações. Também havia dito que deixaria para um outro post escrever sobre algumas ideias legais que tive a oportunidade de conhecer durante minha pesquisa nessa área.

Atualmente estou aprendendo algumas coisas com a Mupi, uma startup voltada para especialização de professores, bem interessante . Antes de decidir “trabalhar” com eles, recebi muitas propostas legais de diversas outras startups, algumas ainda bem no comecinho, outras já mais consolidadas no mercado que atuam. Nesse post vou justamente falar sobre algumas delas.

deskovery

Deskovery: Foi uma das primeiras a entrar em contato comigo!  Achei a ideia bem interessante, hoje em dia o número de pessoas que trabalha remoto aumenta cada vez mais, só que muitas vezes nem todos possuem o ambiente necessário para trabalhar em casa. Pensando nisso, a Deskovery criou um Airbnb de escritórios, onde o usuário pode alugar espaços para trabalhar. Muitas vezes as próprias empresas alugam esses espaços para seus funcionários, muito bom! Há algumas outras startups que atuam na área, então a concorrência já existe.

mepassa

Me passa aí: Outra startup que ficou entre as minhas finalistas hehe, é um site de conteúdo para estudantes. Oferece aulas rápidas para explicar determinados assuntos que os estudantes possam vir a ter dúvidas mesmo depois das aulas. É um site mais voltado para quem está na faculdade onde a própria empresa se encarrega de gravar os vídeos que vão entrar no site e contam com a participação de estudantes de algumas universidades. Geralmente são os melhores alunos de uma sala e por enquanto eles atuam nas áreas de exatas, direito, administração e negócios.

dinneer

Dinneer: Mais um que segue o modelo Airbnb só que dessa vez é de comida e achei a ideia genial! Logo que você entra no site dá pra entender bem como funciona. Basicamente os anfitriões disponibilizam suas casas para fazer um jantar para quem compra o serviço. Há várias opções por cidades e agora pode-se também escolher anfitriões em outros países, o que é legal para quem está viajando ou morando fora!

dubbi

Dubbi: Essa startup eu já vi em outros blogs, a ideia também é muito legal. Seria uma rede social para viajantes onde você pode ler/escrever reviews de lugares que quer viajar ou já viajou. Eu não quis trabalhar com essa startup pois, apesar de já ter viajado para alguns lugares, não sou uma viajante constante, então acho que chegaria um momento que não teria mais tanto a oferecer (no caso a proposta foi criar conteúdo para o site), mas ainda assim gostei muito!

Logo-Maturi-Jobs_medio1

MaturiJobs: Uma das ideias mais geniais entre todas que vi! É um serviço para pessoas com mais de 50 anos que oferece são oportunidades de empregos para esse nicho. A startup ainda está bem no começo, então acredito que ainda existem muitas coisas a serem desenvolvidas, mas espero que dê muito certo.

nerd

Encontre um nerd: Outra startup com uma ideia bem legal para pessoas que precisam de um profissional quando ocorre algum problema com o computador (eu acho que também envolve a área de TI em um modo geral). No site você pode contratar o profissional para realizar o serviço que precisa .

servi

Servicili: Site para contratar profissionais de diversas áreas onde você pode anunciar ou contratar um serviço e depois disso o próprio site se encarrega de selecionar os profissionais disponíveis para realizar o serviço.

agrid

Agrid: Uma startup mais voltada para empresas, focada na área de eventos (pelo menos até agora). Encontra clientes para as empresas e funciona como se fosse uma intermediária. A ideia é interessante, pois a empresa contratante não vai precisar ficar correndo atrás de clientes, onde a startup que vai realizar esse papel.

Essas foram algumas startups que entraram em contato comigo e não foram as únicas mas as citadas acima foram as que mais me interessei. Outras pessoas me chamaram para conversar sobre suas ideias, mas nada que tenha saído do papel e, apesar de achar bem interessante, não era o que eu estava buscando pois só queria aprender e não começar algo do zero.

A experiência está valendo muito! Depois farei outro post sobre isso. 

Créditos: imagem 1, imagem 2.

3 Comentários




Empreendedorismo

Feira do Empreendedor 2016

Hoje o post vai ser sobre um assunto que muito me interessa atualmente: Empreendedorismo! De uns tempos para cá, venho pesquisando bastante sobre empresas e negócios, sempre achei muito legal ter ideias que poderiam virar um negócio.

feira-do-em1

Esse é o segundo ano que recebo uma newsletter da Microsoft sobre a Feira do Empreendedor da Sebrae, só que por algum motivo obscuro (pelo menos pra mim) eles enviam o email de divulgação na véspera do evento! Eu que não moro em São Paulo (onde o evento ocorre), fico sem ter o tempo necessário para me planejar, o que aconteceu ano passado e eu acabei nem indo.

Já esse ano resolvi que iria de última hora, recebi o email na quinta e no sábado durante o dia decidimos eu e meu marido que iríamos conhecer a feira. Entrei no site do evento para ver a programação, e saber mais qual é o objetivo da feira (tem toda a programação lá, os dias e horários). Se eu não tivesse entrado no site e fosse na louca, nem teria visto que tem um cadastro e eles ainda destacam a seguinte informação: “Faça sua inscrição online para EVITAR FILAS” (guarde bem essa informação).

Muito bem, o evento seria das 10h às 21h, então resolvemos sair de Limeira umas 8 da manhã, para estar lá às 10. Chegando em São Paulo, fomos para o ANHEMBI PARQUE – PAVILHÃO NORTE/SUL que é o local onde a feira ocorreu, chegando perto de lá, nossa surpresa começa, o lugar estava simplesmente LOTADO!!! Muitos carros seguindo para a entrada do estacionamento (que era privado, R$40,00), demoramos uma meia hora até estacionar o carro e seguir para a entrada do evento.

Outra GRANDE surpresa quando chegamos na entrada, tinha uma fila gigantesca, ficamos tão assustamos que pensamos: “deve ser o pessoal que não fez a inscrição pela internet…”, pois bem, aquela informação que eu pedi para você guardar ali em cima era sobre essa fila gigante: não era para as pessoas que não tinham feito a inscrição e sim para as que fizeram!!! ???? Sim, acredite! Ficamos inconformados com tamanha desorganização logo de cara… Foi então que algo mais bizarro aconteceu: uma moça passa ao lado da fila e diz “a fila para quem NÃO fez a inscrição online está mais RÁPIDA!”.

Para checar a informação eu saí da fila, fui até a área de credenciamento, informei que não havia feito a inscrição online e me direcionaram para um balcão com um formulário para ser preenchido (coisa muito rápida mesmo!), depois disso fui para o balcão de credenciamento que não tinha NINGUÉM! Peguei meu crachá e entrei na feira, simples assim!!! Enfim, primeiro fracasso do dia para a organização do evento… Trollar seus visitantes! ????????

Enfim, finalmente entramos (eu ainda me perdi, pois o lugar estava lotado e era enorme! ????), fomos direto comer alguma coisa, pois estava tarde e mal tomamos o café da manhã. Primeiro ataque cardíaco do dia: ERA TUDO MUITO CARO! Resolvemos comprar uma baguete (individual), precinho camarada de R$22,00 CADA! Eu sei que São Paulo é tudo caro, mas isso é absurdo! Enfim, já estávamos lá e não poderíamos passar fome, então comemos sem reclamar muito…

E feira em si estava MUITO legal!! Para quem quer empreender, é perfeita para buscar o aprendizado, há palestras sobre diversos assuntos, estande de expositores: Franquias, Tecnologia (softwares) e também máquinas/serviços. Além disso esse ano a IBM (empresa em que eu trabalho) em parceria com outras empresas, levou o Hack a Truck para o evento, um caminhão onde várias palestras e cursos estavam ocorrendo!

20151010_144618_HDR-1

Por estar muito lotado, não pude conhecer toda a feira, assisti uma palestra sobre como definir o nicho de mercado na internet, foi muito interessante, achei super válido! Dentro do crachá havia um mapa do local e o horário de todas as palestras e eventos para todos os dias (achei ótimo!). Olhando o mapa, vi quais palestras gostaria de assistir e lugares que também queria conhecer. Sobre as palestras, todas tinham uma fila muito grande, então tivemos que chegar uma meia hora antes para pegar lugar. As salas das palestras eram bem grande, acho que cabiam umas 400 pessoas (pelo menos isso foi muito bem pensado!).

No evento também havia um espaço dedicado do Sebrae para quem quisesse fazer a parte burocrática para abrir uma empresa, pude ver que havia muita gente sendo atendida, fiquei impressionada. Outra área que também gostaria de ter ido mas não fui por causa da fila, foi a área dedicada a Startups, com palestras e cursos.

Depois de passar o dia no evento, posso concluir que para quem quer seguir esse caminho é uma ótima oportunidade para conhecer empresas, fazer network com pessoas que possam vir a ajudar o seu negócio de alguma forma (seja com serviços ou conhecimento) e é claro aprender, sempre!

Ainda não tenho nada em mente sobre ter um negócio próprio, mas gostaria muito de fazer algo online para ter uma renda extra (e quem sabe virar minha fonte de renda), acho muito importante eventos desse tipo, principalmente saber que mesmo em uma época de crise, ainda há muitas pessoas que não se deixam abalar e continuam perseguindo seus sonhos de ser um empreendedor!

O post foi bem resumido, pois tinham muitas coisas interessantes para se falar (e não consegui falar sobre tudo! ????). Espero ter passado alguma informação útil sobre o evento, com certeza se tiver a oportunidade estarei lá novamente no ano que vem!

A Feira do Empreendedor 2016 ocorreu de 20 A 23 DE FEVEREIRO em São Paulo (entrada franca, estacionamento privado – R$40,00).

Até o próximo post! ????

4 Comentários