Música, Show

Show: Helloween – Pumpkins United Tour

Depois de um belo tempo sem escrever estou de volta! Hoje é dia 31 de outubro dia do Halloween 🎃, então nada mais justo do que fazer um post sobre o melhor show que fui até então! Para quem não conhece, Helloween é uma banda alemã 🇩🇪 de Power Metal 🤘🏻 fundada em 1984 (sim, já faz tempo) e ela foi a responsável por influenciar muitas outras bandas de metal de mesmo estilo!

Conheço o Helloween faz alguns anos e como pode-se perceber, esse ano fui em muitos shows de metal (não tantos quanto gostaria, mas…) e com eles não poderia ser diferente! Logo que foi anunciada a turnê mundial Pumpkins United 🎃 com os três vocalistas juntos: Andi Deris, Michael Kiske e Kai Hansen no ano passado, comentei com meu marido (que também é muito fã e já foi em um show deles aqui no Brasil) e com certeza iríamos nesse show! Acontece que os ingressos começaram a ser vendidos em novembro do ano passado e se esgotaram em menos de uma semana! A minha sorte foi que eu comprei assim que as vendas começaram diferentes de outras pessoas que não tiveram a mesma sorte. 😭

A data do show no Brasil (São Paulo, dia 28/10) foi a primeira a ser anunciada pela banda e foi tão surpreendente que eles decidiram fazer um show extra no dia 29/10 e mais um show em Porto Alegre exatamente hoje (31/10)! O público brasileiro já é muito conhecido pela banda por ser os fãs mais fiéis, tanto que em 2007 eles já gravaram um show ao vivo também em São Paulo. Lógico que essa nossa fama não poderia passar em branco mais uma vez! Com o sucesso de vendas nos dois shows de São Paulo (os dois com ingressos esgotados) a banda decidiu que era hora de gravar mais um DVD por aqui para alegria dos fãs brasileiros! 😊

O que eu não esperava é que 2017 seria um ano tão louco, desde que eu comprei os ingressos pra esse show muita coisa aconteceu. Como já sabíamos que iríamos nos mudar para a Irlanda há alguns meses eu já estava desapegada de ir nesse show 😭 e tentaria vender os ingressos. Acontece que minha volta para o Brasil já era certa pois eu precisava entregar o apartamento que alugo e enviar minhas gatas para Dublin, então estaria por aqui durante o mês de outubro! Meu marido infelizmente não pôde ir ao show então chamei meu irmão para ir comigo (assim pelo menos não ficaria sozinha).

Consegui achar uma empresa de excursões para irmos até São Paulo e achei o serviços deles MUITO bons! Para quem tiver interesse chama-se Leandro Excursões. Chegamos em São Paulo por volta das 14:30h e o show começaria apenas às 21h deu tempo de sobra para passear no shopping até a hora de abertura da casa de shows. O local escolhido foi o Espaço das Américas, particularmente eu DETESTO esse local! 👎🏻 Já estive lá no show do Midnight Oil esse ano e além de péssimo para ver o show, é extremamente apertado e não comporta o número de pessoas para um show com ingressos esgotados! Além disso rolaram uns problemas técnicos que vou citar logo abaixo.

A comunidade do Helloween no Brasil fez uma campanha para que as pessoas levassem balões laranjas para o show para imitar uma abóbora que é o símbolo da banda. A ideia era criar um mar de abóboras durante o show! Achei a ideia sensacional e se bem conheço o público brasileiro ela seria abraçada e executada com sucesso! 🤘🏻

Antes de começar o show, conseguimos pegar um lugar até que legal mais ou menos parecido com o que pegamos no show anterior. Conforme a hora de começar se aproximava, as pessoas ficavam mais ansiosas e já era possível ver vários balões laranjas se multiplicando pela casa e estava ficando realmente bonito. Não posso deixar de citar algumas pessoas espírito de porco estourando os balões, bem típico de brasileiro FDP! 😡 Quer estragar a festa alheia então que fique em casa! Fora esse detalhe, todos estavam muito ansiosos e animados para o começo do show!

Chegando mais perto das 21h, o produtor do DVD veio ao palco para dar algumas instruções sobre a gravação e também disse que a banda estava muito ansiosa para ver os tais balões laranjas! Eles não estavam acreditando que a ideia seria levada adiante (Brasil é Brasil né amigos 😂). Eis que chega a hora da banda entrar ao palco e eu não tenho muitas palavras para descrever o que foi aquilo, então toma aqui um vídeo:

Oi meninaaaaaas! No vídeo de hoje vou mostrar como faz pra não morrer num SHOWZÃO DA PORRA! 🤣🤣🤣🤣 Que show INSANO!!! Tá aí uma coisa que não tem na Europa, público mais insano do mundo!!! Não é a toa que a banda sempre escolhe o Brasil pra gravar DVD de shows!🤘🏻🤘🏻🤘🏻Rômulo pra noite ficar perfeita só faltou você! 😭 Mas iremos no show deles por aí!! #Helloween #PumpkinsUnitedTour 🎃

Publicado por Bianca Carvalho em Domingo, 29 de outubro de 2017

Eu juro que achei que fosse morrer nessa hora! 🤣 A euforia das pessoas era tão grande que ninguém conseguia ficar parado!!! Gostaria de ter filmado mais essa música mas estava ocupada me acabando de pular… 🤘🏻Tudo estava perfeito a primeira música apresentada foi Helloween e é bem longa mas nada poderia tirar a empolgação de todos! A apresentação da banda estava impecável e todos estavam muito ansiosos para ver os dois vocalistas 🎤cantando juntos depois de tanto tempo. Andi Deris e Michael Kiske estavam muito entrosados assim como o público que também fez sua contribuição no vocal (e foi realmente bonito de se ver).

Tudo estava saindo como o esperado e a festa estava MARAVILHOSA! Mas lembram do que eu disse sobre o Espaço das Américas? Pois bem, é claro que se tratando de nível Brasil algo teria que dar errado por total falta de responsabilidade do local. O telão principal que era essencial na apresentação da banda simplesmente parou de funcionar! Por não ser apenas uma apresentação qualquer e sim a gravação do DVD toda a parte que mostraria o telão tinha ficado comprometida.

Após diversas tentativas de consertar o problema sem sucesso (isso tudo com o show rolando), o guitarrista 🎸Kai Hansen durante sua apresentação (que ele também cantaria) conversou com o público e nos disse que não precisávamos do telão pois estávamos fazendo um show tão bonito e único que ele seria apenas um detalhe e assim com o apoio de todos, continuou cantando e tocando (achei muito profissa, gostei!).

A sorte é que no dia seguinte a banda também gravaria imagens para o DVD então tudo que não foi usado no dia 28, foi gravado no dia 29 (ufa!). Fiquei impressionada com o profissionalismo da banda (Alemanha 🇩🇪 né queridos, 7×1 não foi a toa 👍🏻) que em nenhum momento mostrou seu descontentamento com as falhas técnicas, muito pelo contrário: eles souberam acolher o público e contornar o problema com uma performance SENSACIONAL! Realmente foi um show que ficou para a história e será lembrado com carinho por todos ali presentes.

Com muitos sucessos durante a carreira o setlist do show foi o mesmo apresentado nos anteriores até então para fã nenhum colocar defeito e fechou com chave de ouro com Future World e I Want Out (minhas músicas favoritas ❤️). Ao contrário do que estava se falando antes desses dois shows, Michael Kiske estava simplesmente perfeito em sua performance! E é claro que Andi Deris carismático como sempre cantou muito bem também! Palmas para essa banda maravilhosa que sabe como fazer um espetáculo! 👏🏻👏🏻👏🏻 Gostaria de voltar no tempo para ir no show de novo! 😂

Happy Halloween! 🎃 Rômulo, última música do show 😭😭😭 I Want Out 🤘🏻 #Helloween #PumpkinsUnitedTour

Publicado por Bianca Carvalho em Terça-feira, 31 de outubro de 2017

Segue abaixo o setlist do show:

  1. Halloween (with Michael Kiske & Andi Deris)
  2. Dr. Stein (with Michael Kiske & Andi Deris)
  3. I’m Alive (with Michael Kiske)
  4. If I Could Fly (with Andi Deris)
  5. Are You Metal? (with Andi Deris)
  6. Rise and Fall (with Michael Kiske)
  7. Waiting for the Thunder (with Andi Deris)
  8. Perfect Gentleman (with Andi Deris)
  9. Starlight / Ride the Sky / Judas / Heavy Metal (Is the Law) (with Kai Hansen)
  10. Forever and One (Neverland) (with Michael Kiske & Andi Deris)
  11. A Tale That Wasn’t Right (with Michael Kiske & Andi Deris)
  12. I Can (with Andi Deris)
  13. Drum Solo (Dani Löble & Ingo ‘battle’)
  14. Livin’ Ain’t No Crime / A Little Time (with Michael Kiske)
  15. Why? (with Michael Kiske & Andi Deris)
  16. Sole Survivor (with Andi Deris)
  17. Power (with Michael Kiske & Andi Deris)
  18. How Many Tears (with Andi Deris, Michael Kiske & Kai Hansen)
  19. Eagle Fly Free (with Michael Kiske)
  20. Keeper of the Seven Keys (with Michael Kiske & Andi Deris)
  21. Future World (with Michael Kiske)
  22. I Want Out (with Michael Kiske & Andi Deris)

E assim termino esse post! Se você não conhece o Helloween e curte heavy metal recomendo fortemente! 🤘🏻Este foi meu último show no Brasil e não vejo a hora de ir em shows na Irlanda. Sei que vou sentir muita falta do público brasileiro pois se tem algo que sabemos fazer é uma bela festa! 😄

1 Comentário




BEDA, Música, Show

Show: Soilwork – The Ride Majestic Tour

Trago mais um post sobre shows que fui e acabei de me dar conta que se passou quase um ano desse show! Ainda assim não posso deixar de contar como foi esse dia tão aguardado por mim pois seria meu primeiro evento de metal em anos. 🤘🏻

Soilwork é uma banda sueca 🇸🇪 de death metal melódico, formada em Helsingborg no final de 1995″. Conheci a banda em 2012 indicada por um amigo meu (viciado em vários estilos de metal) e o primeiro album que ouvi foi o The Living Infinite. Eu simplesmente AMEI todas as músicas dele, pois além do instrumental ser incrível, a voz do vocalista Björn é simplesmente sensacional. Se você é fã de heavy metal, recomendo muito ouvir Soilwork. Não preciso nem falar que essa entrou para a minha lista de bandas favoritas que eu gostaria de ir a um show!

Mal sabia eu que eles só confirmariam um show no Brasil em 2016 e para a minha surpresa, seria a primeira vez da banda por aqui em 20 anos de carreira (imagine para quem acompanha desde o começo)! Os ingressos custaram cerca de R$100 cada (não me lembro o valor exato), achei o preço bem barato pois a banda é pouco conhecida no Brasil (acredito eu). O local onde eles tocaram foi no Clash Clube em São Paulo e apesar de pequeno eu gostei bastante!

Seria meu primeiro show de metal com uma banda internacional e estava bem preocupada com o local pois detesto lugares lotados! Chegamos mais cedo, antes da casa abrir para o público pois conseguimos entradas para o Meet & Greet com a banda. Aliás essa é uma das grandes vantagens de ir em shows no Brasil quando a banda não é tão conhecida assim ou quando é o primeiro show no país. Portanto se você pretende ir a algum show de metal, fique de olho nas páginas das produtoras pois eles sempre sorteiam um número de pessoas para ir ao meet & greet.

Pouco depois de todos da lista entrarem na casa de shows, ficamos esperando sermos chamados para finalmente conhecer a banda! Estava tão feliz que além de ir ao meu primeiro show de metal de uma banda que eu gosto muito, ainda teria a oportunidade de conhecê-los! Como eu já esperava, foi sensacional pois tivemos um tempinho para conversar com todos os integrantes. Eu e meu marido conversamos muito com o vocalista (Björn “Speed” Strid) e contamos para ele como conhecemos o Soilwork (nosso amigo americano nos apresentou a banda) e ele fez questão de gravar um vídeo para esse amigo, que obviamente ficou MUITO feliz ao receber esse vídeo!

Eu sou a de rosa! 😂 Em cima além do meu marido, os integrantes: Björn “Speed” Strid, Sven Karlsson, Bastian Thusgaard, Sylvain Coudret, David Andersson e Markus Wibom (não necessariamente nessa ordem).

Depois do meet & greet, fomos para a pista aguardar o show começar, o lugar estava bem tranquilo e ainda não estava lotado ainda o que era bom de certa forma pois conseguimos comprar bebidas enquanto isso. O público como eu já imaginava foi bem tranquilo e não foi aquela muvuca dos shows grandes. Antes do Soilwork entrar no palco, uma outra banda se apresentou (não me recordo o nome agora) e logo depois o tão aguardado show começou!

Como era o primeiro show deles no país, a set list foi bem variada, com músicas de vários álbuns para a alegria de todos. 🤘🏻 Lógico que eu me acabei de pular e foi um dos melhores shows da minha vida! Ouvir as músicas em casa e ver ao vivo são duas experiências totalmente diferentes e se você tiver a oportunidade de prestigiar sua banda favorita então faça, pois é maravilhoso!

Abaixo segue a set list do show em São Paulo (em negrito as músicas do álbum mais recente):

  1. The Ride Majestic
  2. Nerve
  3. The Chainheart Machine
  4. The Crestfallen
  5. Death in General
  6. Tongue
  7. Overload
  8. Petrichor by Sulphur
  9. The Living Infinite I
  10. Bastard Chain
  11. Rejection Role
  12. Whirl of Pain
  13. Late for the Kill, Early for the Slaughter
  14. Follow the Hollow
  15. This Momentary Bliss
  16. Stabbing the Drama

Não vejo a hora de poder ir novamente a um show deles e espero que possa fazer isso enquanto estiver na Europa (Wacken quem sabe)! Valeu cada momento com certeza! 😄

Até o próximo post!

0 Comentário