Empreendedorismo, Trabalho

Conhecendo mais sobre empreendedorismo.

Atenção: esse post é um textão! Hahaha (mas muito interessante, eu prometo!)

10.19-7-Dicas-para-criar-um-nome-inesquecível-para-seu-negócio

Nem todo mundo sabe, mas vim de uma família de empreendedores (pelo menos por parte de pai), desde que morava na Bahia, cresci dentro de uma gráfica, que depois virou uma editora (de livros espíritas). Meu avô também tinha gráfica, como meu tio que tem uma na Bahia, e assim meu pai seguiu também com sua gráfica (ele começou a trabalhar cedo, com meu avô), todos com muitas histórias para contar.

Depois que mudamos para o interior de São Paulo, meus pais convidaram a galera que trabalhava com eles para vir junto aqui para Limeira (essa sim foi uma aventura!), alguns ficaram e fizeram carreiras de sucesso, outros não aguentaram a saudade e voltaram para casa. Nós, obviamente ficamos, mas eu era muito fedelha para saber ou lembrar dos detalhes, o que eu sei hoje é que sempre existiu tempos de crise, e nem por isso as pessoas desistiam de seus negócios (e nem tinham Facebook para ficar lamentando não é mesmo?). Imagine naquela época (1992), sair de um estado trazendo sua empresa para outro lugar totalmente diferente, sem conhecer ninguém ou o mercado do novo lugar… Tenso!

Naquela época, empreender era bem diferente do que é hoje, as coisas eram mais na tentativa e erro, tudo bem, hoje também é, mas os recursos eram muito limitados, se não desse certo, você corria o risco de perder tudo! Já li em vários lugares que são nas épocas de crise que surgem muitas oportunidades, pois a maioria das pessoas tem medo de arriscar em tempos de incertezas. É aí que os corajosos arriscam, podem falhar? Sim, mas também pode dar muito certo!

Não estou falando para ninguém aqui largar tudo e sair apostando todas as fichas na primeira ideia que surgir na cabeça, apenas para ir plantando a sementinha, pesquisando, ouvindo os mais experientes (em determinada área), apenas se mexendo, não ficando parado esperando as coisas cairem do céu! Há pessoas apostando nas mais diversas ideias por aí, muitas que eu pelo menos nunca teria pensado (e não necessariamente é algo mirabolante, apenas aquilo que vá ajudar um público alvo), e elas estão lá, tentando!

Por muito tempo escuto da minha família (principalmente meu pai hahaha) que eu deveria ter algo meu, que trabalhar para você mesmo é a melhor coisa do mundo, pois você vai fazer do seu jeito e também vai ser responsável por suas escolhas e fracassos. Vendo por esse lado da um medão né? Tentar algo diferente, que não vá te dar nenhuma segurança de dar certo, mas ao mesmo tempo, você vai se dedicar muito para ver aquilo acontecer, e dando certo, vai ser algo seu!

Pensando um pouco por esse lado, venho pesquisando muito sobre empreender, já sei que tem milhões de preocupações quando se trata de ter um negócio ou fazer uma ideia acontecer. Não se engane, não é fácil! Já me deparei com inúmeros “empreendedores” que vendendo uma ideia sobre empreendedorismo, que não é verdade. Não é nada super colorido e mágico, afinal, se fosse tão fácil assim, todo mundo faria certo? Tudo que é difícil a maioria não quer! Então se você está lendo esse texto, saiba disso (assim como eu estou aprendendo também). O fato é que, comecei a me interessar mais sobre o assunto, e estou utilizando meu tempo livre (ou pelo menos tentando), para aprender mais sobre muitas coisas relacionadas ao empreendedorismo.

Um belo dia, recebi uma sugestão de um amigo, para fazer um post em um grupo de startups no Facebook, pois já que não tinha nenhuma ideia concreta em mente, talvez se trabalhasse voluntariamente por um tempo em uma startup, poderia aprender como tudo funciona, desde o começo. E devo dizer que essa foi uma ideia muito legal! Segui o conselho dele, criei o tópico e tive uma reação muito positiva das pessoas (o post fez muito sucesso)! Recebi inúmeras propostas, e é aqui que eu falo: quantas ideia geniais! Foi realmente muito difícil escolher uma delas para aprender.

Depois farei um post mais detalhado contando quais foram as startups que entraram em contato comigo! Enfim, depois de muito conversar com todas as pessoas, me identifiquei muito com uma delas, a Mupi, duas moças muito simpáticas (Ana e Paula) são as co-fundadoras dessa startup, e o projeto delas é sensacional! Basicamente a startup é voltada para a formação de professores e disponibiliza cursos (relacionados a tecnologia) gratuitos e pagos através do site TecSaladeAula.

A experiência está sendo muito legal, e quando chegar ao fim, pretendo contar como foi mais detalhadamente! Espero aprender muito sobre alguns assuntos que acho importantes, como marketing e também as etapas para o andamento da startup. Acredito que vai valer muito a pena, e também não vou ficar parada esperando as coisas se ajeitarem.

O grupo que mencionei acima é o Startup Brasil e o post que criei foi esse aqui, a comunidade é muito interessante, se você tem interesse pelo assunto, vale a pena conhecer! Estou lendo o livro Startup Enxuta, muito recomendado por todos que estão nesse caminho.

Créditos da imagem.

0 Comentário




Empreendedorismo

Feira do Empreendedor 2016

Hoje o post vai ser sobre um assunto que muito me interessa atualmente: Empreendedorismo! De uns tempos para cá, venho pesquisando bastante sobre empresas e negócios, sempre achei muito legal ter ideias que poderiam virar um negócio.

feira-do-em1

Esse é o segundo ano que recebo uma newsletter da Microsoft sobre a Feira do Empreendedor da Sebrae, só que por algum motivo obscuro (pelo menos pra mim) eles enviam o email de divulgação na véspera do evento! Eu que não moro em São Paulo (onde o evento ocorre), fico sem ter o tempo necessário para me planejar, o que aconteceu ano passado e eu acabei nem indo.

Já esse ano resolvi que iria de última hora, recebi o email na quinta e no sábado durante o dia decidimos eu e meu marido que iríamos conhecer a feira. Entrei no site do evento para ver a programação, e saber mais qual é o objetivo da feira (tem toda a programação lá, os dias e horários). Se eu não tivesse entrado no site e fosse na louca, nem teria visto que tem um cadastro e eles ainda destacam a seguinte informação: “Faça sua inscrição online para EVITAR FILAS” (guarde bem essa informação).

Muito bem, o evento seria das 10h às 21h, então resolvemos sair de Limeira umas 8 da manhã, para estar lá às 10. Chegando em São Paulo, fomos para o ANHEMBI PARQUE – PAVILHÃO NORTE/SUL que é o local onde a feira ocorreu, chegando perto de lá, nossa surpresa começa, o lugar estava simplesmente LOTADO!!! Muitos carros seguindo para a entrada do estacionamento (que era privado, R$40,00), demoramos uma meia hora até estacionar o carro e seguir para a entrada do evento.

Outra GRANDE surpresa quando chegamos na entrada, tinha uma fila gigantesca, ficamos tão assustamos que pensamos: “deve ser o pessoal que não fez a inscrição pela internet…”, pois bem, aquela informação que eu pedi para você guardar ali em cima era sobre essa fila gigante: não era para as pessoas que não tinham feito a inscrição e sim para as que fizeram!!! ???? Sim, acredite! Ficamos inconformados com tamanha desorganização logo de cara… Foi então que algo mais bizarro aconteceu: uma moça passa ao lado da fila e diz “a fila para quem NÃO fez a inscrição online está mais RÁPIDA!”.

Para checar a informação eu saí da fila, fui até a área de credenciamento, informei que não havia feito a inscrição online e me direcionaram para um balcão com um formulário para ser preenchido (coisa muito rápida mesmo!), depois disso fui para o balcão de credenciamento que não tinha NINGUÉM! Peguei meu crachá e entrei na feira, simples assim!!! Enfim, primeiro fracasso do dia para a organização do evento… Trollar seus visitantes! ????????

Enfim, finalmente entramos (eu ainda me perdi, pois o lugar estava lotado e era enorme! ????), fomos direto comer alguma coisa, pois estava tarde e mal tomamos o café da manhã. Primeiro ataque cardíaco do dia: ERA TUDO MUITO CARO! Resolvemos comprar uma baguete (individual), precinho camarada de R$22,00 CADA! Eu sei que São Paulo é tudo caro, mas isso é absurdo! Enfim, já estávamos lá e não poderíamos passar fome, então comemos sem reclamar muito…

E feira em si estava MUITO legal!! Para quem quer empreender, é perfeita para buscar o aprendizado, há palestras sobre diversos assuntos, estande de expositores: Franquias, Tecnologia (softwares) e também máquinas/serviços. Além disso esse ano a IBM (empresa em que eu trabalho) em parceria com outras empresas, levou o Hack a Truck para o evento, um caminhão onde várias palestras e cursos estavam ocorrendo!

20151010_144618_HDR-1

Por estar muito lotado, não pude conhecer toda a feira, assisti uma palestra sobre como definir o nicho de mercado na internet, foi muito interessante, achei super válido! Dentro do crachá havia um mapa do local e o horário de todas as palestras e eventos para todos os dias (achei ótimo!). Olhando o mapa, vi quais palestras gostaria de assistir e lugares que também queria conhecer. Sobre as palestras, todas tinham uma fila muito grande, então tivemos que chegar uma meia hora antes para pegar lugar. As salas das palestras eram bem grande, acho que cabiam umas 400 pessoas (pelo menos isso foi muito bem pensado!).

No evento também havia um espaço dedicado do Sebrae para quem quisesse fazer a parte burocrática para abrir uma empresa, pude ver que havia muita gente sendo atendida, fiquei impressionada. Outra área que também gostaria de ter ido mas não fui por causa da fila, foi a área dedicada a Startups, com palestras e cursos.

Depois de passar o dia no evento, posso concluir que para quem quer seguir esse caminho é uma ótima oportunidade para conhecer empresas, fazer network com pessoas que possam vir a ajudar o seu negócio de alguma forma (seja com serviços ou conhecimento) e é claro aprender, sempre!

Ainda não tenho nada em mente sobre ter um negócio próprio, mas gostaria muito de fazer algo online para ter uma renda extra (e quem sabe virar minha fonte de renda), acho muito importante eventos desse tipo, principalmente saber que mesmo em uma época de crise, ainda há muitas pessoas que não se deixam abalar e continuam perseguindo seus sonhos de ser um empreendedor!

O post foi bem resumido, pois tinham muitas coisas interessantes para se falar (e não consegui falar sobre tudo! ????). Espero ter passado alguma informação útil sobre o evento, com certeza se tiver a oportunidade estarei lá novamente no ano que vem!

A Feira do Empreendedor 2016 ocorreu de 20 A 23 DE FEVEREIRO em São Paulo (entrada franca, estacionamento privado – R$40,00).

Até o próximo post! ????

4 Comentários