BEDA, Blog, Pessoal, Reflexão

Por que eu tenho um blog?

Possivelmente já falei sobre esse assunto há muitos posts atrás. Algumas pessoas que me conhecem há pouco tempo podem se perguntar: por que ela tem um blog? Ou ainda: por que “perder” tempo com algo que não vai trazer benefícios financeiros ou algo do tipo.

Na verdade eu acho esse tipo de questionamento bem idiota. Pessoas tem hobbies de todos os tipos: praticar esportes, ver filmes, ler, jogar video game, viajar (quero) e muitos outros. Pois bem, blogar é um dos meus hobbies! Infelizmente eu não tenho tanto tempo assim para dedicar ao meu blog (bom, agora que estou desempregada eu até tenho hahaha 😅) ou muitas vezes eu apenas não sinto vontade de escrever, mesmo.

Eu comecei a blogar há muitos anos quando estava na escola ainda. Naquela época os blogs eram bem diferentes de hoje em dia pois as pessoas escreviam mais para desabafar ou contar experiências do cotidiano delas. Hoje blogs são um dos meios de se ganhar dinheiro e existem inúmeras pessoas querendo viver do blog ou do canal no youtube, mas esse não é o meu caso. Então por que eu blogo, afinal?

Assim como tem pessoas que gostam de ler ou praticar esportes, eu gosto de escrever sobre assuntos aleatórios do meu dia-a-dia. Eu escrevo para mim e não para os outros, logo não ganharei dinheiro com isso! Hahaha 🙃 Além de achar relaxante escrever (sobre qualquer assunto que eu esteja a fim), eu também amo conhecer novos blogs! Há muitos (que eu acho) bem interessantes por aí os quais listarei aqui no dia 31 de agosto (Blog Day).

Para uma boa parte dos blogueiros que eu conheço (e que não tem o blog como ganha pão), escrever é uma válvula de escape e não importa muito se as outras pessoas (geralmente que não tem um blog) acham uma perda de tempo, pois nós queremos mesmo é continuar escrevendo e colocando todos nossos pensamentos “para fora”. Depois que eu fiquei um tempo sem blogar, confesso que ficava com um pé atrás de voltar a escrever e publicar, mas se tem gente que já passa MUITA vergonha no Facebook e outras redes sociais, porque diabos eu daria algum fuck pra isso, não é mesmo? 😂

Uma curiosidade que já mencionei nesse post: de certa forma meu primeiro contato com a minha profissão começou quando criei um blog no WordPress (hello PHP, linguagem dos infernos 🤣), então no fim das contas foi bem útil para minha carreira! Hahaha.

Enfim, essa foi a minha reflexão do dia. Fico feliz em minha participação no BEDA estar fluindo e espero que dure até o final do mês! 😆

Até o próximo post! 🤓

2 Comentários




BEDA, Blog, Pessoal

Blogosfera atual x Blogosfera oldschool

~ Esse post faz parte do #BEDABlog Every Day August – Rotaroots! ~

Hoje decidi fazer um post um pouco diferente, com o BEDA venho postando sobre muitas coisas aleatórias, deixando tudo meio genérico e menos pessoal por aqui, aproveitando um pouco esse clima, vou usar uma das blogagens coletivas do  Rotaroots comparando a blogosfera atual com a de antigamente.

Como já comentei por aqui acredito eu, tenho blog desde 2006 aproximadamente, pelo menos foi quando registrei meu domínio e migrei para o WordPress. ❤️ Nessa época, a maioria dos blogs usavam Blogspot, eram cheios de gifs, muito pessoais e todo mundo achava isso maravilhoso! Não existiam blogs de maquiagens e o YouTube era praticamente inexistente, veja que a maioria das blogueiras famosas de hoje, começaram em 2010! Gente, nessa época eu já tinha casado, ido pra Irlanda, voltado e já estava na faculdade de novo! HAHAHA esse povo é muito fedelho!

blogger_vs_wp

Pensando por esse lado me da um pouco de depressão, porque foi justamente nessa época que eu abandonei meu blog de vez, larguei mão de renovar o domínio e nunca mais quis saber. Vi que a maioria dos blogs que eu curtia, estavam indo nessa linha maria-vai-com-as-outras de transformar o blog em baboseira de maquiagem (eu pensava, pqp, só tem isso hoje em dia?). Tudo bem que na época eu não estava nem aí pra maquiagens, detestava mesmo, só via vídeos no YouTube para me divertir (sanduíche-íche).

Tem como não entrar em depressão com tudo isso? Hahaha, então foi quando cheguei a conclusão que não queria mais blogar, que estava tudo muito chato, que só tinham pessoas atrás de fama e sucesso e os posts começaram a ficar BEM pobres! O que mais me deixava indignada (e ainda deixa), são as pessoas que seguem tais blogs vazios, percebo que em sua maioria não gostam nem de se dar o trabalho de ler os posts, querem mais ver vídeos, comentar alguma baboseira e fim.

Na época de blogs pessoais, conhecíamos pessoas novas, fazíamos amizades, nos importávamos em comentar nos blogs que gostávamos e nossos comentários eram retribuídos e por aí eram formadas altas amizades. Hoje ainda tenho várias blogueiras das antigas como amigas, com seus blogs, seguindo a mesma linha de antes (para minha sorte). Atualmente as pessoas chegam achando que vão ficar ricas com seus blogs do dia para a noite, eu também gostaria muito de ganhar dinheiro com blog e internet, mas as coisas não são nem perto de serem fáceis como esse povo pensa, querem tudo do dia para a noite.

porque-ter-um-blog-na-minha-empresa

Enfim, eu defendo a idéia que cada um tem que escrever sobre aquilo que gosta, ou postar quando tem tempo ou saco, mas tudo isso pelo simples fato de querer, de gostar e é isso. Fazendo porque gosta já vai dar muito certo (falando no sentido de realização pessoal), você vai fazer novos amigos, conhecer novos blogs e é isso, essa é a experiência que vale! O que vier depois disso é lucro (quer mais lucro do que isso?).

Essa foi minha pequena reflexão sobre blogs atuais e de outras épocas, concorda comigo? Até o próximo post!

2 Comentários